Coronavirus pode obrigar a aumento de seguros de saúde na Suíça

Coronavirus pode obrigar a aumento de seguros de saúde na Suíça
Coronavirus pode obrigar a aumento de seguros de saúde na Suíça

O impacto financeiro do coronavirus será sentido por longo tempo em vários sectores na Suíça, principalmente o sector da saúde.

A imprensa de domingo voltou ao impacto financeiro do coronavirus. Somente para o sistema de saúde, os especialistas estimam os custos em cerca de 1,7 bilhão de francos, relata o SonntagsZeitung.

Essa estimativa inclui os custos de exames, internações hospitalares e qualquer potencial vacinação subsequente. As empresas de seguros de saúde assumem que o coronavirus aumentará os seguros de saúde ao longo dos anos.

Devido à proibição de manifestações de mais de 1000 pessoas, o sector de eventos também é gravemente afetado. Cerca de 80% dos eventos planeados na Suíça foram cancelados, relata SonntagsBlick, referindo-se a uma estimativa da Associação Suíça de Técnicos de Teatro e Espectáculo (ASTT).

“Perda de mais de 10 milhões de francos”

Stefan Breitenmoser, diretor da associação suíça de organizadores de concertos, espectáculos e festivais de música (SMPA), estima que os membros da associação percam “entre 1,5 e 2 milhões de francos em volume de negócios por dia desde a proibição do Conselho Federal ”.

Em Genebra, as perdas associadas ao cancelamento do salão do automóvel somam milhões. Segundo o diretor da fundação que a organiza, citado em Le Matin Dimanche, é “uma perda de mais de 10 milhões de francos” para a fundação, entre 100 e 150 milhões para expositores e um déficit de ganhos de 200 a 250 milhões para a Grande Genebra.

O Suisse Tourisme estima que 50% das dormidas de hóspedes chineses no primeiro trimestre de 2020 são perdidas. Para o mês de Fevereiro, a estimativa muda e voltam 50.000 dormidas, ou cerca de 19 milhões de francos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*