Detector de radar? Interdito na Suíça.

Detector de radar? Interdito na Suíça.
Detector de radar? Interdito na Suíça.

Comunicado oficial dos escritórios federais das estrada (office fédéral des routes).

Há cada vez mais dispositivos de GPS no mercado capazes de indicar os locais precisos aos motoristas onde são realizados controlos de estrada. Ao conectar o aparelho GPS ao telefone móvel, é mesmo possível para algumas operadoras, informar sobre controles móveis em poucos minutos depois de um usuário o ter relatado. O Escritório Federal das estradas (OFROU) alerta os operadores e motoristas contra a natureza ilícita desses dispositivos.

Os GPS que integram um sistema de aviso de radar permite aos condutores de passar despercebidos a lei e excederem a velocidade sem serem punidos. Os aceleras do volante são os primeiros a ter interesse nestes dispositivos, alerta a policia. Com sistemas ilegais como alguns GPS a policia queixa-se de não poder fazer o necessário para condenar muitos dos infractores.

Se muitos aparelhos conectados aos serviços moveis conseguem avisar onde se situam os radares fixos. Outros vão ainda mais longe informando mesmo os moveis, mas clássicos. Por exemplo um delinquente que esteja a fugir da policia consegue mesmo se desviar de uma operação policial. Ou um automobilista que conduza em estado de embriagues pode também evitar as operações da policia.

 

GPS com sistema de aviso RADAR.

Em virtude do art 57b da lei federal sobre a circulação nas estradas. Todos os aparelhos com sistemas que assinalam onde se encontrão os radares não podem ser utilizados nem comercializados no território suíço.

Os serviços da policia e de fronteiras confiscarão todos os aparelhos e dispositivos. Onde será denunciado as autoridades competentes. O tribunal vai atribuir uma pena e o condena-o a uma multa e á destruição dos mesmos aparelhos.

Fonte do artigo: http://www.astra.admin.ch/

 

Tirar a carta de moto na Suíça. Não sabe como fazer?

Auto estradas na Suíça

Vinheta de Auto-Estrada

Carta de condução na Suíça “Obrigatório a trocar?”

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*