Direito de Voto

Como Funciona o direito a voto no Suiça
Como Funciona o direito a voto no Suiça

Como Funciona o direito de voto no Suiça

Como Funciona o direito a voto no Suiça
Como Funciona o direito a voto no Suiça

A Suíça é uma república federal e o governo funciona principalmente através de decisões tomadas pela população.

No caso de uma república federal como a Suíça, a população elege seus governantes e também decidem as leis do governo ,que são votadas em referendo

Só depois e se o projeto for aprovado é que se torna lei realmente. Muito diferente de determinadas democracias, não?

Por exemplo, se houver algum abaixo assinado e se este possuir o mínimo de assinaturas necessárias será levado a fim e o que está decidido pelo povo vira lei.

O mais curioso é que o voto não é obrigatório, o que torna a população suíça extremamente ativa em questões politicas.

Mas curiosamente o direito a voto feminino na Suíça somente foi dado em fevereiro de 1971. O que é motivo de certo desconforto se o assunto vier a ser citado em uma conversa.

Os suíços que possuem domicílio no exterior também podem votar, participar de referendos e eleições suíças.

Mas para isto eles precisam se matricular numa representação suíça competente, Consulado ou outro).

Ainda assim eles recebem uma espécie de revista para suíços no exterior e assim ficam informados sobre eleições e referendos.

Emigrantes

O que para nós de fora parece uma inteligência coletiva bem apurada, contudo no que se trata de imigrantes que morem na Suíça. A conversa é um pouquinho diferente.

Apesar dos imigrantes na Suíça representarem quase 25% da população ainda assim eles não têm direito a voto.

Independente se toda a sua vivência na Suíça é legal, paga-se impostos (que não são poucos).Mesmo a pagar seguros sociais, seguro saúde (que são todos privados e é obrigatório que você tenha um) ainda assim este direito não é concedido tão facilmente.

Na Suíça, os direitos políticos estão tradicionalmente vinculados aos direitos dos cidadãos, ou seja, somente sendo naturalizado o imigrante tem direito a voto.

Naturalização

Entretanto o processo de naturalização é bem complicado, por exemplo, para um adulto que acabou de chegar à Suíça  terá que esperar 12 anos para então poder começar o tramite de naturalização.

Se bem que foi votada uma nova lei para reduzir o tempo de 12 para 10 anos, e está prevista para entrar em vigor no inicio de 2017.

O tramite em si pode levar de 2 a 3 anos para ser finalizado. Eles analisam se o requerente está realmente integrado ao país, familiarizado com os costumes, se é cumpridor das leis e não representa ameaça à segurança da Suíça.

No final deste processo todo, você ganha o direito a voto o que acaba se transformando num presente. A satisfação de finalmente integrar a população e poder votar é imensa, mas o processo é demoroso.

A grande questão é que a Suíça é um país mais fechado, logo as discussões sobre se imigrantes poderiam votar ou não são bem acaloradas.

No caso da Suíça de língua francesa boa parte deles, pensa que o direito dos votos de estrangeiros poderiam ser concedidos sem grandes problemas.

Já a Suíça de língua alemã e italiana é mais rigorosa e defende que sim deve ser feito a integração primeiro e depois pensa-se se o individuo tem ou não direito ao voto.

Ainda tem cinco minutinhos.

Leia nossa proposição:

Consulados portugueses na Suiça

Direito de voto para estrangeiros na Suíça

Reagrupamento familiar para Europeus

Viver na Suiça

Guia da Suiça

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*