Genebra: Quarentenas não trazem benefícios suficientes

Conselheiro de Estado Mauro Poggia
Conselheiro de Estado Mauro Poggia

Questionado pela RTS, o Conselheiro de Estado de Genebra Mauro Poggia se distância da prática atual. Segundo Poggia as quarentenas deviam trazer mais benefícios para ser mantida.

“Em termos de saúde, essas quarentenas não trazem benefícios suficientes para serem mantidas”. É nesses termos que o Conselheiro de Estado de Genebra Mauro Poggia falou no domingo às “19h30” na RTS. Questionado sobre o isolamento imposto às pessoas que voltam de uma região ou país em risco, o governante eleito revelou que apenas “uma proporção muito pequena, senão mínima, de pessoas” desenvolve a doença. “Pior ainda, percebemos que frequentemente as regiões de risco correm menos risco do que a região da Suíça de onde essas pessoas são.”

Na semana passada, as autoridades federais atualizaram a lista de regiões consideradas de risco. Regiões alemãs, austríacas e italianas apareceram lá. Existem também sete países adicionais, enquanto outros cinco foram excluídos. Em suma, a lista continua e surge a pergunta: esta medida é útil?

Dez a sete dias?

Ao alertar para o aumento do número de contaminações, o grupo de trabalho científico discute a conveniência de encurtar a duração da medida, de dez para sete dias, para as pessoas com resultado negativo. A decisão final cabe ao Conselho Federal.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*