Os 6 artigos mais vistos até 20.07.2017

1° Como declarar bens do estrangeiro na Suíça.

Em resposta a centenas de perguntas que recebemos em nossa plataforma, achámos por bem procurar algumas respostas.

Se esta a ler este artigo sem saber de que se trata leia o artigo que se encontra por baixo:

Suíça vai cobrar imposto aos bens dos emigrantes

  • Como declarar bens estrangeiros na Suíça?
  • Quem é obrigado a declarar?
  • O que tenho de declarar?
  • Que documentos e preciso apresentar? 
  • Quem deixou a Suíça nos últimos anos tem de declarar os bens.
  • Também posso declarar o empréstimo que pago em meu pais de origem?
  • Quanto vou pagar de imposto?
  • Existe um plafond mínimo para pagar esse imposto?
  • Mas e quem não preenche declaração de impostos?
  • O permis B agora é obrigado a declarar impostos?
  • Meus bens são fora da União Europeia, também tenho de declarar?
  • Comprei um imóvel por um preço mais alto que o credito. Qual deles devo declarar?
  • Apenas comprei meu imóvel em 2016 também tenho de declarar?

Continuar a ler:

2° Salário mínimo na Suíça 2017

Salário mínimo na Suíça, uma pergunta que continua a viajar mundo já que muitas nacionalidades o querem saber. Pois bem vou explicar um pouco como funciona esse salário mínimo inexistente.

Na verdade a Suíça e um país muito diferente em relação a União Europeia e Estados Unidos. Neste país não existe salário mínimo a excepção de dois cantões que decidiram aderir ao salário mínimo no passado ano 2013.

Os únicos cantões que aderiram a um salário mínimo são o  Neuchâtel e Jura.

No Grande Concelho de Neuchâtel foi aceite um salário mínimo de 3’640,00 francos por mês ou com um preço mínimo á hora de 20 francos. Este salário e atribuído com 42 horas semanais.

No cantão do jura foi aprovado um salário mínimo por votação do povo em Março de 2013. Que o parlamento do Jura veio a recusar no princípio do ano seguinte 2016, propondo um salário de natureza social mínimo de 19,25. Ficando as negociações em espera. Por agora também não existe salário mínimo no Jura.

3° Emigrar para a Suíça

Ainda vale a pena emigrar para a Suíça

Esta e outras, são as perguntas que me foram feitas dezenas e dezenas de vezes em umas mini ferias em Portugal. Ainda existem portugueses prontos a sair de Portugal sem se perguntarem para onde vão e se vale a pena ir. Foi com base em algumas destas perguntas que decidi escrever este artigo.

Ainda vale a pena emigrar para a Suíça?

Tem lá muito trabalho?

Sim a Suíça é um país que oferece condições extraordinárias em questão de emprego, horários justos, bons salários, boas condições de trabalho e é muito organizada em categorias de profissões o que os leva a dividir os empregos por muito mais pessoas. Como é de conhecimento mundial na Suíça não existe muito desemprego, a percentagem e mínima.

A procura de trabalhadores ainda e muito grande principalmente em épocas de calor, férias escolares ou em férias de verão. Estas são as épocas com mais procura derivado ao aumento de trabalho em tempo quente mas também nas férias por motivo a uma  diminuição de mão de obra. Se pensa emigrar para terras suíças saiba aproveitar estas melhores alturas para encontrar seu emprego. Muitas das ofertas são temporárias por alguns meses, mas uma grande percentagem de empregos a tempo inteiro provem dos trabalhadores temporários. Por esse motivo não deve descartar essa hipótese de encontrar seu emprego.

Continuar a ler:

4° 10 melhores paises para emigrar

Os 10 melhores países para portugueses emigrarem

Para quem quer emigrar e tentar a sorte for ade Portugal, é importante saber quais os melhores países para trabalhar. E como queremos que se mantenha informado, aqui estão os 10 melhores países.

1. ESTADOS

UNIDOS DA AMÉRICA (EUA)

O “sonho americano” agrada a muitos portugueses. E sim, os EUA podem ser uma ótima opção para quem quer mudar de vida. Existe muita oferta de emprego e variada e, em média pode-se ganhar cerca de 39 531 dólares anuais (aproximadamente 34 mil euros).
Claro que o custo de vida nos EUA é mais elevado do que em Portugal, por isso terá que ter atenção aos gastos se quiser poupar.

Continuar a ler:

5° Como funciona a reforma na Suíça

Na Suíça a reforma só e paga a partir dos 64 anos para as mulheres e 65 para os homens.

Sua reforma depende de quantos anos descontou, quanto descontou e também de beneficios de assistência ou educação de filhos.

Quanto vou receber na reforma

Para obter uma reforma completa é necessário cumprir alguns obrigações de descontos para tal.

Para que tenha direito a uma reforma por inteiro terá que ter descontado, você e o empregador. A partir de seus 20 anos até a sua idade de reforma.

Continuar a ler:

6° Emigrantes portugueses os que mais cometem crimes na Suíça.

No passado dia 27.03.2017 o site de estatísticas suíço publicou uma tabela com as nacionalidades que mais crimes cometem no país.

Entre todos os crimes pode-se encontrar crimes graves como crimes mais ligeiros, o quadro esta dividido em 18 categorias de crime: O que mais chamou a atenção é que Portugal esta no topo de quase todas as categorias de delitos, encontrando a seguir a Itália depois a Alemanha . Embora não seja tido em conta o numero de emigrantes de cada país.

O ano de 2016 distingue-se por uma baixa de 4.1% do total de todas as infracções do código penal e respectivamente 0.7% sobre os estrangeiros.

No que diz respeito à lei de estupefacientes , uma diminuição de 3,3% de infracções é observável; tráfego de droga permanece estável. Assaltos representados por roubos e contrabando diminuiu novamente entre 2015 e 2016 (-11%), o qual representa actualmente 5,6 assaltos por 1.000 pessoas na Suíça.

Também as denúncias diminuíram para outras categorias de roubos.

Esta tendência de queda também se relaciona com outros tipos de roubos de ordem general, furtos, tiro, assalto de veículos interiormente ou exteriormente.

Continuar a ler:

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*