Porque Portugal está na lista de risco? E poderá sair esta semana.

Portugal ainda se encontra na lista de zonas de risco, atualizada a 14 de dezembro, enquanto a incidência do vírus ficou menor em Portugal que na Suíça. Há boas esperanças que a lista seja corrigida nos próximos dias.

Esta segunda-feira, 14 de dezembro, entrou em vigor a nova lista de estados e áreas com risco de infeção pelo coronavírus, elaborada pela Secretaria Federal de Saúde Pública (OFSP). Qualquer pessoa que retorne desses lugares deve colocar-se em quarentena. Além das áreas francesa, italiana e austríaca, a lista também inclui 15 países. Incluindo o nosso Portugal. Embora sejamos muitos emigrantes na Suíça a lista não foi alterada, já foi lançada uma petição para remover o país da lista mas por enquanto nada de novo. Com a esperança de que Portugal estava a melhorar, poderia surgir uma adaptação da lista que havia sido divulgada no dia 4 de dezembro. É incompreensível e tenho algumas dificuldades em compreender porque é que Portugal ainda se encontra entre os países de risco da Suíça.

Lembre-se que, para que um país apareça nesta lista, sua taxa de incidência, ou seja, o número de infeções por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias, deve ser pelo menos 60 a mais que o da Suíça, com base em dados do Centro Europeu para Prevenção e Controle de Doenças (ECDC). Porém, em 14 de dezembro, a incidência em Portugal era de 524,92 enquanto que na Suíça era de … 647,34. Se observamos a lista Suíça e os dados de 14 de dezembro, também percebemos que outros países como a Macedônia do Norte, Hungria ou Jordânia não devem permanecer incluídos porque não atendem mais os critérios exigidos.

Dados de 2 de dezembro

Contatado pelo jornal lematin, o OFSP lembra que a lista, que entrou em vigor em 14 de dezembro, foi elaborada em 2 de dezembro. Um prazo que permite que os profissionais da indústria de viagens tenham tempo suficiente para se adaptar. O site também explica que a lista atualizada com base nos incidentes registados em uma determinada data “entra em vigor vários dias depois. De tempos em tempos, o impacto de um país pode mudar entre a data de referência e a entrada em vigor. No entanto, a lista continua válida como está. ” É verdade que, os números atuais obviamente não são mais os corretos, mas a lista continua em vigor. O OFSP avisa, porém, que esta lista será atualizada nos próximos dias, provavelmente esta semana novamente.

O Gabinete explica também que, embora o ECDC atualize estes dados diariamente, só o faz uma vez por semana desde … 14 de dezembro. Há, portanto, uma boa chance de que a próxima lista da OFSP seja baseada em dados de 14 de dezembro e, portanto, que Portugal já não esteja na lista. Esta seria uma boa notícia para os portugueses na Suíça que pretendem ir ao país ou receber as suas famílias nas Férias, ainda que o OFSP lembre que, neste período de pandemia, não incentiva nem recomenda viagens, em em zona de risco ou em outro lugar.

Cuidado com um surto de casos

Outro ponto útil de esclarecimento: o OFSP para seus cálculos, ao contrário do ECDC, nunca leva em consideração os dados do mesmo dia, sendo estes parciais. Assim, para os números de 14 de dezembro, a Suíça apenas conta até 13. O que não mudaria a situação, estando Portugal então com uma incidência de 524 enquanto a Suíça permanece em 647. Os dois países apresentam uma tendência decrescente na sua incidência, existem, portanto, boas hipóteses de Portugal já não constar da Lista Vermelha Suíça. Deve-se lembrar, porém, que a incidência não é uma média e que um aumento acentuado de novos casos pode virar tudo de outra-vez em um ou dois dias. Fonte: https://www.lematin.ch/

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*