Portugal pode vir a sair da lista de países a risco da Suíça

Portugal pode vir a sair da lista de países a risco da Suíça
Portugal pode vir a sair da lista de países a risco da Suíça

Alain Berset gostaria de rever as regras para viajantes que entram na Suíça.
Segundo o “Blick”, estas medidas devem reduzir significativamente o número de países na lista vermelha e Portugal pode ser um os países a sair (países a risco).

A lista de zonas de alto risco que exigem em retorno cumprir uma quarentena de dez dias tem sido alvo de muitas críticas. Atualmente, um país ou região adere, em princípio, quando a incidência de Covid-19 excede 60 novos casos por 100.000 habitantes nos últimos quatorze dias. Exceções são possíveis para regiões fronteiriças.

O problema é que Suíça excedeu amplamente esse limite. Na terça-feira, a Secretaria Federal de Saúde Pública anunciou 693,3 casos por 100 mil habitantes nas últimas duas semanas. De repente, as pessoas se veem trancadas em suas casas quando voltam de uma região onde a Covid-19 circula menos do que na Suíça. E se a recomendação de limitar contatos e viagens é mais importante do que nunca, essas regras mostraram amplamente seus limites.

Três países na europa

O “Blick” revelou esta terça-feira à noite que o ministro da Saúde, Alain Berset, quer modificar as regras. Segundo o diário de língua alemã, a nova fórmula seria a seguinte: países ou regiões cuja taxa por 100 mil habitantes supere a registada na Suíça em 60 seriam colocados na lista vermelha. Atualmente, isso significa que esse número deve ser superior a 753 (693 + 60).

De acordo com os últimos dados do Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças, apenas a Bélgica (1390,9), a República Tcheca (1379,8) e o Luxemburgo (760,4) ultrapassam o valor de 753, atualmente na Europa .

De acordo com o “Blick”, o período de quarentena (dez dias) não seria alterado. A decisão final caberá ao Conselho Federal, de quem são esperados anúncios relacionados ao coronavírus na quarta-feira.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*