Portugal retomará voos internacionais mas limita passageiros nos aviões

Portugal retomará voos internacionais, mas limita passageiros nos aviões
Portugal retomará voos internacionais, mas limita passageiros nos aviões

A empresa nacional portuguesa TAP retoma seus primeiros vôos internacionais na quinta-feira. Mas a taxa de ocupação dos aviões será limitada a dois terços de sua capacidade

Portugal decidiu limitar a ocupação de aviões a dois terços de sua capacidade, a fim de respeitar o distanciamento social entre os passageiros, enquanto a empresa nacional TAP retomará seus primeiros vôos internacionais na quinta-feira.

Esta limitação, que entra em vigor este domingo, “garante uma distância adequada entre os passageiros e garante sua segurança”, especifica o decreto publicado no jornal oficial.

Os vôos internacionais retomam quinta-feira

No entanto, o decreto prevê exceções, em especial para voos que prevêem operações de repatriamento. Nesse caso, os passageiros deverão ser colocados de forma a respeitar a distância entre eles “de acordo com as capacidades da aeronave e o número de passageiros”, especifica o texto.

A TAP Air Portugal, que desde o início de abril só forneceu conexões entre o continente português e os arquipélagos dos Açores e da Madeira, retoma seus primeiros vôos internacionais na quinta-feira. De 5 a 17 de maio, fornecerá dois vôos semanais de volta a Paris e dois a Londres, de acordo com informações publicadas em seu site.

A empresa também planeia dois vôos excepcionais para São Paulo no Brasil nos dias 7 e 8 de maio. O transportador colocou 90% de seus aproximadamente 11.000 funcionários no desemprego.

Portugal desconfina a partir desta segunda-feira

Portugal suspendeu o estado de emergência que se encontrrava em vigor desde 19 de março, e planeou um plano de desconfinamento em etapas espalhadas por todo o mês de maio. Começará na segunda-feira com a reabertura de pequenas lojas de rua, salões de beleza ou concessionárias de carros. Mas durante este fim de semana prolongado, e de acordo com uma medida em vigor até a noite de domingo, os portugueses podem deixar seu município de residência apenas para exercer os negócios considerados essenciais.

Portugal registou 1.023 mortes por Covid-19 e um número acumulado de 25.190 casos, segundo o último relatório publicado no sábado.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*