Suíça próxima da marca dos mil mortos nesta epidemia coronavírus

Casos covid-19
Casos covid-19

A Suíça ainda possui uma das maiores incidências da Europa, com uma média de 283 casos por 100.000 habitantes. O país lamenta quase mil mortes.

A Suíça registou 805 pessoas mortas de Covid-19 esta sexta-feira, segundo dados diários do Escritório Federal de Saúde Pública. Segundo dados dos cantões ao meio-dia, a marca de mil mortos poderá em breve ser ultrapassada, com 958 mortes já registadas.

A Suíça ainda possui uma das maiores incidências, com uma média de 283 para 100.000 habitantes na Europa. Atualmente, 24.308 casos foram positivos, 734 a mais que na quinta-feira.

Genebra (786,6) agora é mais afetada pela pandemia do que Ticino (781,1), se considerarmos a incidência. Depois vêm Vaud (578,7) e Basel-City (511,4). Valais segue com 442,5, depois Graubünden (348,3). Os outros cantões estão muito atrás.

87% com doença

Do total de hospitalizados, 61% eram homens e 39% eram mulheres. E entre as 2443 pessoas hospitalizadas para as quais existem dados completos disponíveis, 13% não tinham doença pré-existente e 87% tinham pelo menos uma.

Os três mais citados foram hipertensão (em 52% das pessoas hospitalizadas), doenças cardiovasculares (31%) e diabetes (23%). Os três sintomas mais comuns foram febre (67%), tosse (65%) e problemas respiratórios (40%). Além disso, 44% tiveram pneumonia.

Desde o primeiro caso confirmado em laboratório do Covid-19 que ocorreu em 24 de fevereiro, o número de casos continuaram a aumentar. Até ao momento, foram realizados 184.750 testes, dos quais 15% foram positivos: vários testes positivos ou negativos são possíveis na mesma pessoa.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*