Uma parte das ajudas do social na Suíça vão acabar no estrangeiro.

Uma parte das ajudas do social na Suíça vão acabar no estrangeiro.

Uma parte das ajudas do social na Suíça vão acabar no estrangeiro.

Estrangeiros que recebem ajudas para seu bem-estar na Suíça enviam o dinheiro para seus países. Os montantes envolvidos podem ascender a milhares de milhões de francos.

 

De acordo com informações publicadas na imprensa, 17 bilhões de francos são transferidos a cada ano pelos migrantes aos seus países de origem. O Conselho dos Estado Pirmin Bischof (PDC / TI) e Nacional Conselheiro Lorenzo Quadri (Lega / IT) quier saber mais, ele exige informações sobre para onde vai os  montantes de ajudas do social.

Os números variam de acordo com as estimativas. Os modelos de cálculo utilizados pelo Banco Nacional Suíço (SNB), o Banco Mundial ou o Fundo Monetário Internacional (FMI) excluindo os estrangeiros que não estão registados como empregados mas recebem ajudas do social.

Números exactos.

O SNB calculou remessas privadas no exterior em 24,4 bilhões de francos em 2015, mas que não inclui as remessas dos migrantes aos seus países de origem. O Banco Nacional estimou em uma media de  7 bilhões,números  baseados nos migrantes que trabalham na Suíça e na parte supostamente do seu salário que é transferido para contas dos países de origem. A estimativa do Banco Mundial sobre o mesmo assunto é de cerca de 8,6 bilhões.

Não há nenhuma base legal, nenhum sistema,  nem nenhum serviço que permita as instituições financeiras identificar e analisar sistematicamente os montantes, a nacionalidade das pessoas que transferem ou país de destino.

 

Controle nas fronteiras 

Além de uma lei, será necessário  exigir que as instituições de pagamento identifiquem e comuniquem os movimentos, criando um escritório de comunicações e reforçar os controlos aduaneiros para identificar as fronteiras de travessia em dinheiro. Para o governo, isso levantaria muitas questões legais e seria desproporcional.

A concessão de assistência social também observa essencialmente cantões. É sua responsabilidade, portanto, para lutar contra o abuso. O Conselho Federal considera, no entanto crucial que as contribuições de assistência social sejam calculadas exclusivamente com base em requisitos na Suíça. (Sl / nxp)

Artigos sobre social.

Refugiados com ajudas do social com grande aumento.

Fraude à segurança social “Suíça”

Seguradoras querem contratar detectives

Inicio

Leia nossos artigos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*