Venda de tabaco pode acabar para menores de 18 anos

Venda de tabaco pode acabar para menores de 18 anos
Venda de tabaco pode acabar para menores de 18 anos

A venda de cigarros deve ser proibida a menores em toda a Suíça. Anunciou o Conselho Federal  na sexta-feira passada ao Parlamento a nova lei sobre o tabaco, que também prevê a proibição de cigarros eléctricos em locais para não fumadores.
O Conselho Federal quer estender a toda a Suíça a proibição do fumo ao menor, já em vigor na maioria dos cantões. Atualmente, 11 cantões proíbem a venda a menores, enquanto 12 definem a idade mínima em 16 anos. Três cantões não apresentam limites.

Cigarros eletrónicos contendo nicotina serão permitidos. Mas em contrapartida, cigarros a vapor com ou sem nicotina assim como produtos de tabaco a calor será proibido em locais onde é proibido fumar.

Os cigarros eletrônicos estarão, portanto, sujeitos à Lei de Proteção contra o Tabaquismo. Eles serão proibidos de ser  vendidos a menores também. Mas serão regulamentados de maneira diferente dos cigarros tradicionais em termos de avisos e requisitos de segurança.

Proibição Publicitária


Um primeiro projeto de lei havia fracassado no Parlamento em 2016, principalmente por causa da proibição da publicidade ao tabaco, desejada pelo Conselho Federal. O projeto reformulado agora não prevê novas restrições à publicidade.

A publicidade só será proibida se for destinada a menores, o que já é o caso. A Suíça tornar-se-á o país menos restritivo da Europa nessa área. Os cantões terão, no entanto, a possibilidade de promulgar interdições mais rigorosas, se assim o desejarem.

Dois milhões de fumadores


Quanto ao snus, o tabaco consumido por via oral, pode ser comercializado na Suíça. Será objeto de um alerta específico sobre a dependência e os riscos à saúde envolvidos em seu consumo.

Há mais de dois milhões de fumadores na Suíça, ou seja um em cada quatro. Todos os anos, 9.500 pessoas morrem prematuramente de fumar (15% das mortes na Suíça), seja de doença cardiovascular, câncer ou doença respiratória.

Fonte: http://www.rts.ch

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*