Viver na Suiça

Saiba tudo o que precisa ao emigrar para a Suíça
Saiba tudo o que precisa ao emigrar para a Suíça

Trabalhar na Suíça… o que dizer, para muitos este é o sonho mais desejado para melhorar suas vidas.

País maravilhoso, salários acima da média, nível de vida acima de todas as expectativas. Com o salário mínimo vivemos bem…

Estas e muitas mais são as certezas e incertezas de muitas pessoas residentes e não residentes na Suíça. Mas a pergunta é esta, será que tudo isso e verdade? Viver na Suíça é assim tão bom? Serão as expectativas assim tão grandes?

Se está a procura de respostas para todas estas dúvidas,não deixe de ler este artigo.

Como muitas pessoas sabem a Suíça é um dos países onde os salários podem ser bem elevados, com números muito acima da média, mas a verdade é que também podem ser muito abaixo do esperado.

Mas estes salários são para todos? Quem pode chegar a números tão grandes como indicam as estatísticas?  A verdade é que os números indicados pela federação de estatísticas Suíça são reais e correctos. Mas nem todos chegam a tais números.

Para isso deixo uma descrição do que pode ganhar na Suíça, mas também a triste realidade de quanto pode ter de gastar para se poder viver neste país.

Nota: Tudo o que esta escrito neste artigo tem informação retirada de alguns sites estatísticos suíços mas também muita da informaçao é baseada nos longos anos de residência neste país.

1- Salários

Os salários na Suíça podem ser muito variados, só quem trabalha neste país sabe que os salários são de acordo com as formações académicas, anos de trabalho, aprendizagens ou mesmo o Cantão de residência. O que torna muito difícil a tarefa do emigrante pois muitos são aqueles que chegam a este país mas sem nenhum diploma ou especialidade, e os que têm é muito difícil serem reconhecidos sem que encontrem algumas dificuldades.

Devido a essa dificuldade muitos dos emigrantes diplomados e com grandes especialidades profissionais são obrigados a optar por outro rumo em suas vidas. A verdade é que grande parte vai acabar em empregos de hotelaria, construção ou limpeza. Por este motivo é muito difícil encontrar trabalho, pois nas melhores  épocas de procura de mão de obra são muitos os que procuram o mesmo. São poucos os que conseguem seus objectivos sem que alguém intervenha para dar uma ajudinha.

Estas e algumas mais são as razões pela qual grande parte dos emigrantes têm salários de miséria, ou seja salários muito baixos, a maioria trabalha um mês inteiro para conseguir um salário de 4000 a 4500 francos brutos por mês e tem ainda um grande número que ganha a baixo destes números, o que segundo o site oficial de estatísticas suíço é considerado um salário abaixo da média,(salário considerado de pobreza).

Muitos dos emigrantes sujeitam-se a salários muito baixos, o que os leva a uma única solução, pedir ajudas sociais para compensar a falta de meios salariais para assumir todos os encargos e suas facturas. Esta também é uma das causas de muitos emigrantes regressarem aos países de origem já que com a informação e troca de dados entre países, onde a Suíça também tem esses acordos, residentes no país que sejam proprietários não podem pedir ajudas sociais. Com esta lei torna-se muito difícil conseguir salário para pagar todas as despesas.

Leia também: “Como declarar bens do estrangeiro na Suíça”

Pelos dados estatísticos oficiais suíços os salários médios na Suíça  encontram-se em uma média muito alta de 6502 francos. O que segundo uma sondagem feita por nosso site: infosuiça.com não corresponde à verdadeira realidade de muitos emigrantes portugueses. Após nossa sondagem ter chegado ao fim e a pergunta ser quem ganha acima ou abaixo de 4.000 francos, verificamos em em 12 mil pessoas alcançadas 66 % votou ganhar menos que 4.000 francos e apenas 34% votou ganhar acima deste montante.

De acordo com o Lohnbuch 2017 do Escritório de Economia e Trabalho do Cantão de Zurique, o único estudo de seu tipo que oferece uma visão geral completa dos salários na Suíça, o salário médio mensal é de 6502 francos, Dependendo do sector de actividade. Enquête suisse sur le niveau et la structure des salaires 2016

Deixo uma lista onde pode simular salários de acordo com especialidade, idade, anos de experiência e mesmo do Cantao onde reside.

Simulation fiche de salaire en Suisse

Salarium – calculateur de salaires

Calculateur de salaire en ligne

Salário médio na Suíça

Salário mínimo na Suíça

Mas como nem só do salário depende viver na Suíça ficamos agora com o maior desafio deste país. AS DESPESAS.

 2- Despesas

As despesas podem atingir números que nem pode imaginar, muitos são os emigrantes que chegam a este país e ao começarem sua nova vida ainda não estão por dentro de tudo o que se possa vir a ter de pagar.  Em um primeiro tempo quase nem dá por factura nenhuma, ainda por falta de autorização de residência ou motivos burocráticos apenas após os primeiros três meses a Suíça começa a verificar e organizar os serviços destinados a residentes no país. 

2.1- Habitação Aluguer de apartamento

A habitação na Suíça é uma das despesas mais caras a nível de facturas. Tudo depende de quantas pessoas tem ao agregado famíliar, a salientar que também depende de filhos, rapaz ou rapariga. Por exemplo em muitas cidades ou vilas “Communes”pode ser controlado os residentes que moram na residência neste caso, se for dois rapazes apenas necessita de um quarto, se for rapaz e rapariga já é necessário dois quartos para as crianças, apenas podem estar juntos no mesmo quarto até aos oito anos, dependendo do cantão.

Os arrendamentos de apartamentos podem variar de cantão para cantão, tudo depende do local da cidade ou mesmo da proximidade de transportes públicos.

Mas se dermos uma pequena volta em alguns sites na internet para este efeito rapidamente percebemos que a maior despesa é a habitação. Por exemplo se procurarmos um apartamento no cantão de VAUD mais para dentro da cidade de Lausanne podemos encontrar apartamentos de 2 a 2,5 peças ou seja cozinha, sala, wc e um quarto, os preços de 800 CHF para apartamentos mais fracos e em pior condições, e nos arredores mas em melhor condições são muito mais caros como 1’800 CHF. (Base de preços site Comparis.ch)

Podemos também dar uma olhadela no cantão de GE em apartamentos de 3 a 3,5 peças o que muda apenas e o número de quartos, mas a nível de preços podemos reparar que já tem uma grande diferença se compararmos com apartamentos de 2 a 2.5 peças. Por apenas um quarto a mais, o aumento já se nota muito, para ter dois quartos no caso de apenas um filho o valor a pagar pode começar por 1’600 CHF e ir ate números elevados mas paramos nos 3’000 CHF. (base de preços www.home.ch)

Agora para quem quer tentar emigrar para o cantão de FR  os preços não fogem muito dos cantões de VAUD e GE mas o principal e saber que uma família com um filho precisa de dois quartos dois filhos continua com os dois quartos apenas se for um casal precisa de tres quartos, o que significa que ja não e 3 nem 3.5 peças, ja tem de aumentar mais um pouco e alugar 4 a 4.5 peças.

www.Comparis.ch

www.home.ch

www.homegate.ch

www.immoStreet.ch

www.immoscout24.ch

2.2- Despesas de condomínio

Neste paragrafo apenas quero salientar que muitos apartamentos podem não ter incluído as cargas de condomínio o que deve calcular de 100 a 300 chf
Quel est le prix d’un mois de charges fixes en Suisse en 2018 ?

2.3- Electricidade

A electricidade para um apartamento raramente esta incluída no aluguer, por isso é mais uma carga e não é das mais leves já que em média por três meses pode pagar 150 chf pelo apartamento mais pequeno e chegar a 400 chf por um apartamento de 4 a mais peças.

2.4- Taxa de televisão  “Billag”

Para quem não sabe na Suíça ainda se paga direitos televisivos ao que chamamos de Billag, uma palavra que poucos gostam de ouvir pelo motivo de se ter de pagar uma soma enorme que ronda os 600 chf por ano apenas para ter uma tv em casa ou mesmo um simples radio no seu automovel.

2.5- Cota anual de lixo “Déchetterie” e Sacos do lixo pagos

Em muitos dos países da União Europeia não se pratica estas normas para reciclar o lixo, mas a Suíça um dos maiores em questão de reciclagem. Obriga os cidadãos a pagar e bem para a reciclagem, todos são obrigados a pagar uma factura anual para poder colocar o lixo em um local apropriado ao qual se dá o nome de déchetterie, todo o lixo tem de ser escolhido, sem margem para erro, todo este processo fica a uma média de 80 chf por adulto ao ano. Mas todo este processo de lixo pago não significa que fique por aqui, já que o lixo domestico tem de se pagar de novo ou seja a maioria dos Cantões aprovou uma lei onde temos de comprar sacos do lixo apropriados ao cantão com um valor enorme de um saco de 110 litros 6.00chf. Se cada família utilizar dois sacos por mês, faça uma pequena conta, dois adultos e uma criança dois sacos por mês em 12 meses mais 80 chf de dois adultos do ano inteiro, 160 chf, 12×12=144+160= 304.00 apenas para lixo.

Verifique nos liens abaixo os preços em três cantões diferentes.

Prix de sac VAUD

Taxe au sac Valais: Accueil

Prix de sac Fribourg

2.6- ECA seguro para incêndio “assurance incendie”

Eca é um seguro contra incêndio, seguro este mais uma vez obrigatório, sem nenhuma forma de negar, se não o fizer será avisado que tem de o fazer.

A ECA e uma seguro de prevenção ao incêndio, sempre que possa acontecer um sinistro em sua residência o seguro é de responsabilidade do alucatario. Embora o proprietário tambem tenha seu seguro.

Este seguro depende muito do apartamento mas vamos contabilizar 50 Chf até 150 Chf por ano

ECA Canton de Vaud

Assurance ECAB Fribourg

2.7- Seguro de ménage

O seguro domestico “assurance de ménage” ou o RC “responsabilidade civil” nos asseguram contra os riscos diários e há uma infinidade de ofertas e combinações no mercado. Mas quais são os riscos cobertos pelo seguro doméstico e pelo RC? Esses seguros são obrigatórios? Leia nosso artigo e saiba as respostas.

Seguro que pode variar já que ele é baseado nos seus pertences, ou seja tudo o que tem em seu apartamento é avaliado e de acordo com o que tem e quer assegurar. Por exemplo se segurar uma quantia de 75.000 CHF o seguro pode custar-lhe 300.00 chf.

Para saber mais sobre este seguro leia aqui.

Calculateur assurance ménage Bonus

Calculateur assurances ménage Comparis

2.8- Seguro de Habitação  “assurance de caution”

Seguro de caução para habitação “Suisse caution”. O que e isso? Na suíça como em alguns países para se arrendar uma habitação e necessário pagar uma caução eu seja uma garantia para no caso de sair ter de fazer-se algumas obras de renovação, se não for necessário essas obras esse dinheiro pode ser devolvido. Mas como podem imaginar uma caução destas na Suíça pode ser dois ou três meses do preço de que alugou a habitação, ou seja um apartamento que lhe seja entregue por 1’500 chf  terá de avançar 4’500 chf , o que nem sempre e possível  para quem acabou de começar uma nova vida ou mesmo para quem ja ca está. Mas para tudo tem uma solução por isso existe o seguro de caução, se não tiver o montante necessário para que possa alugar um apartamento pode optar pelo seguro de caução, como exemplo deixo este lien onde pode colocar o montante e logo vê quanto pode pagar por ano.

Se calcularmos a caução para o montante referido em cima, 4’500 chf podemos ter uma media de 212,00 a 265,00 chf por ano dependendo da companhia de caução que escolher, é preciso ter em conta que este pagamento com seguro de caução não pode ser reembolsado, o que pagar fica sem ele, mas tem vantagens por ser uma seguradora, no caso de querer sair do apartamento e o proprietário entender que deve pagar alguma indenização ou reparar algo a seguradora é que resolve esse problema.

3- Despesas de filhos

Prosseguido com as despesas e como grande parte dos emigrantes teem filhos, esta também e uma carga enorme, no qual muitos tentam encontrar formas de ajuda entre amigos e dividem a guarda de filhos entre eles. Solução mais barata? Sim… Mas por experiência própria é  ilegal na Suíça e em caso de acidente a pessoa que guardava as crianças pode vir a ter graves problemas com a justiça. É importante relembrar que este país não brinca com decisões onde interferem crianças. Mas vamos lá as despesas das crianças.

Nestes números e como o meu maior conhecimento neste caso e VAUD deixo apenas informaçao deste cantão.

3-1 Almoços

Embora se reclame muito em portugal que os almoços são caros que a comida não presta este país nao foge a regra.

Em muitas escolas os almoços são caríssimos ao ponto de alguns pais não conseguirem pagar, os almoços podem chegar a 20 Chf ou mais, e em muitas das escolas nem ajudas existe. Os emigrantes mais uma vez tentam encontrar soluções para solucionar o problema com ajuda de amigos ou a pagar a alguém mais uma vez sem ser declarado.

3.2- Transporte

O transporte pode variar de cantão para cantão e com a idade das crianças e também o local onde se encontra a escola.

Existe camaras ”communes” que oferecem o transporte outras apenas uma parte mas apenas até uma certa idade já que quando os filhos crescem o factura aumenta.

Em uma primeira opinião eu nunca paguei nada até a mudança de escola no quarto ano, apenas depois passei a pagar uma media de 150 Chf e quando passaram para aprendizes de uma formaçao, neste caso passou para 250 Chf por mês.

3.3- Creche ou babyssiter

Esta sim é uma despesa com que se preocupar já que ela é efectuada de acordo com seu salário, para muitos ter filhos não e uma despesa fácil pois quando se precisa de colocar os filhos em uma crèche pode ter de pagar números muito elevados. Em Media os pais podem pagar até 80 chf por dia do primeiro filho só depois é feito acertos devido a ser mais que uma criança e já diminui o preço por criança mas claro são mais crianças a despesa e na mesma maior.

3.4- Ama para guardar filhos

Mais uma vez como disse em cima as crianças pode ser uma dor de cabeça, ter filhos obriga os pais a mudar de rotina pois os filhos não podem ficar sozinhos em casa o que quando saem da escola ou das crèches e ainda não tem os pais em casa obriga a mais uma despesa. As Amas como se diz aqui neste cantão Mamam de Jour, esta despesa pode variar de cantão para cantão mas no mínimo e na lei pode pagar acima de 5 francos por hora e pode chegar a 20 ou mais, como fisse depende do cantão ou da cidade onde habita.

Réseau AJEMA

Calcul du prix facturé aux parents

4- Despesas Automóvel

Para quem tem ou quer ter um automóvel na Suíça fique a saber que os veículos automóveis são muito mais baratos que em Portugal, mesmo porque aqui eles são comercializados como se estivesse a comprar uma maquina ou um móvel para sua casa. Explico: os veículos são comercializados sem nenhuma matriculação, ou seja não tem matriculas, eu posso comprar um veículo e guarda-lo em minha garagem sem imposto algum apenas tenho esse mesmo veículo para meu prazer, mas se quiser que ele saia da minha garagem, então terei de contratar um seguro para ser atribuído umas placas de matricula para poder passar na inspecção automóvel se for necessário.

4.1- Seguro Automóvel

Os seguros automóveis variam até 14% de diferença, dependendo do cantão para cantão

De acordo com o estudo comparativo on-line do site Comparis, o Ticino é o cantão mais caro para os motoristas, enquanto Obwald é o mais barato.

O prêmio anual médio para seguro de automóvel, RC e casco é de 1023 francos suíços no cantão de Obwalden, comparado a 1162 francos suíços no Ticino. Zurique e Vaud completam o trio dos cantões mais caros, com prémios médios de 1123 francos suíços e 1113 francos suíços, respectivamente. A média suíça é de 1074 CHF.

Já se for um seguro de casco completo, os motoristas de Zurique pagam os prémios mais altos em média (499 CHF por ano), seguidos pelos cantões Argovia (497 CHF) e Ticino (496 CHF), enquanto os Schaffhouse (CHF 460). Para apenas o RC, a média suíça é de CHF 475.

www.baloise.ch

www.allianz.ch

www.tcs.ch

4.2- Placas de matriculas

Para quem nunca comprou carro na Suíça fica a saber que neste país os veículos a motor não possuem matrículas, simplesmente temos os veículos como um objecto de colecção.

Apenas se necessitarmos de circular com eles é que somos obrigados a legalizar o veiculo, o que significa pedir matrículas para circular depois.

São estas matriculas mais uma despesa que para muitos carros são facturas incontornáveis e que podem ter numéros elevados. Esta é uma factura que pode variar de cantão para cantão mas também de acordo com o veículo que possuí.

O preço a pagar pode variar muito de acordo com o carro que pensa comprar, já que o imposto das matriculas e baseado em peso, cilindrada, cavalos e muitos outros aspectos, quanto mais pequeno e mais fraco for o carro menos vais pagar, tendo em conta os carros eléctricos ou hybride que tem descontos até quase 80% dependendo também do cantão. Pode então pagar uma simples quantia de 80 francos como pode chegar por exemplo com um bom Mercedes, Audi ou Vmw pagar uma factura que pode passar os 2000 francos muito facilmente.

Liens para todos os serviços automóveis de navegação

  Argovie

Appenzell – Rhodes-Extérieures

Appenzell – Rhodes- Intérieures

Bâle-Ville

Bâle-Campagne

Berne

Fribourg

Genève

Glaris

 

Grisons

Jura

Liechtenstein

Lucerne

Neuchâtel

Nidwald

Obwald

Schaffhouse

Schwyz

Sole

ure

St-Gall

Tessin

Thurgovie

Uri

Vaud

Valais

Zug

Zürich

 

4.3- Selos de Auto estrada

Quanto a pagamentos para circular na Auto-Estrada,  não se pode dizer que é dos países mais caros, até porque não é. Se necessitar circular em uma Auto-Estrada apenas necessita comprar uma vinheta de apenas 40 chf, mas por veículo, ou seja uma vinheta para cada automóvel, moto, reboque, etc.

https://www.ch.ch/fr/vignette-autoroutiere/

Vinheta de Auto-estrada em resumo

4.5- Serviços manutenção

Os serviços de veículos automóveis são muito altos, as peças caras e os preços de mão de obra podem ficar em uma média de 100 chf apenas por uma hora. O que pode levar a números muito difíceis de pagar sem passar algumas necessidades.

5- Seguros saúde

Os seguros de saúde na Suíça são obrigatórios e é de responsabilidade  do cidadão. Na Suíça a saúde não é um bem público como em muitos países da União Europeia, embora a Suiça seja um país muito desenvolvido a saúde é muito bem paga e para se ser bem atendido, ou melhor para não pagar nada quando vai a um especialista ou hospital terá de pagar um seguro de saúde mensal a preços que nem pode imaginar.

Seguros de saúde na Suíça

Como funcionam os seguros de saúde na Suíça

5.1- Seguros de saúde pai mãe filhos

Como já mencionei em cima os seguros de saúde são de responsabilidade do cidadão. Por esse motivo é a segunda maior despesa mensal para uma família.

Por exemplo: Uma família com dois filhos ve-se obrigada a ter 4 seguros de saúde, que para adultos pode começar em média de 280 fr e ir até 600 fr ou mais. Para crianças pode contar com uma média de 100 fr a 150fr ou ainda pode encontrar um pouco mais barato mas as regalias já não são as mesmas.

Mas não fica por aqui porque as crianças podem já ter 18 anos, ou seja ser adultos, neste caso pode fazer um cálculo de 350fr a 400 fr por pessoa, o que significa uma quantia acima de 1200 fr por mês.

E não fica por estes números,  para ter um seguro completo ainda temos de pagar algo mais, por isso existe ainda as complementares que são seguros para complementar o seguro principal. São as franquias que nos impõem a escolha de um seguro mais barato ou mais caro, tudo depende seu bolso.

Franquias estas que podem evitar que pague grandes facturas no caso se ter de ser socorrido por ambulância, helicóptero, repatriação, dentes e mesmo para ser atendido em outro país.

5.2- Franquias de seguros de saúde

As franquias nos seguros de saúde é que decidem quem quer pagar mais ou menos, mas também podem limitar a forma como vão ser atendidos em uma doença no futuro.

Por exemplo ao escolher uma franquia mais baixa vai pagar muito menos, mas e as vantagens? As vantagens são quase nenhumas, apenas tem vantagem se em todo o ano não tenha necessidade de ir ao hospital ou a algum especialista. Caso tenha alguma doença grave ou mesmo uma simples constipação ao se apresentar no hospital ou em seu médico de família vai ter de pagar tudo de seu bolso ate atingir a sua franquia. Franquia esta que pode começar em 300 fr e ir ate 2500.

Nota: Ao atingir sua franquia continuará a pagar sempre um cota parte das facturas medicais que receber, ou seja se receber uma factura de 1000 fr vai ter de pagar sua cota de 10%  100 fr.

Exemplo;  Sua franquia  2500 Fr   terá de pagar tudo até atingir este valor só após e que passa a pagar 10% da factura. Sendo estes 10% eliminados apósatingir 700 Fr.

5.3- Seguros complementares, no estrangeiro, dentes “REGA repatriamento.

Estes seguros são dos mais importantes para quem é emigrante ou tem filhos pequenos. Para quem não sabe o seguro de saúde obrigatório normal não cobre muitos dos accidentes e doenças.

5.4- Seguro para os dentes;

Para quem não sabe os dentes neste pais são muito tratados, ou seja começam muito sedo a tratamentos.

Os dentes fazem parte dos tratamentos das crianças ainda na escola, existe aconselhamento muito sedo e quem tiver os dentes tortos ou necessitar de outro tratamento os pais são quase obrigados a faze-lo de imediato. Despesas estas que minguem gosta mas que somos obrigados a pagar.

E por se tratar dos dentes as despesas são das mais caras na Suíça. Tratar os dentes neste país e um pesade-lo que ninguém quer ter, é por este motivo que tem o seguro dos dentes, quem tiver crianças e está ou quer vir trabalhar para a Suíça deve pagar este seguro com uma certa urgência, pois pode evitar centenas ou milhares de francos.

5.5- Seguro assistência (REGA)

Para viajantes no estrangeiro com problemas médicos, a Rega fornece aconselhamento especializado por telefone ou organiza o repatriamento para a Suíça. Seus três aviões de ambulância estão prontos para o transporte aéreo em pacientes de terapia intensiva, com a mais moderna infraestrutura médica. Os pacientes são atendidos por uma equipe médica da Rega. O repatriamento também pode ser realizado por um avião se o estado de saúde do paciente permitir. Pode contactar o Centro de Operações da Rega 24 horas por dia através do número +41 333 333 333. A Rega não pode prestar primeiros socorros no estrangeiro, pelo que, em caso de acidente ou doença grave, contacte em primeiro lugar um médico ou hospital no local. Só após a Rega pode entrar em contacto para os serviços de resgate. Pode ler mais aqui.

6- Alimentação

A alimentação na Suíça para uma família de quatro pessoas e com uma alimentação idêntica a do nosso pais de origem será sempre um pouco mais dispendiosa comparada com aquilo que estamos habituados. Ao vir para este país teremos que pensar bem em analisar todos os preços e não se focarmos só num supermercado especifico.

Tendo em conta os preços poderemos dizer que em media um pequeno almoço a quatro custaria em casa cerca de 8 a 10 fr por dia, um almoço de carne ou peixe com acompanhamento custa de 25 a 30 fr e um jantar a mesma média, numeros estes sempre com uma alimentação normal e o mais equilibrado possível e sem grandes extravagancias.

Será sempre possível economizar se podermos nestas refeições caseiras também preparar a marmita para uma refeição no trabalho. Quanto a economias mais elevadas teremos as astucias de comprar maior quantidade quando houver promoções e congelar, organizar dentro do possível as refeições ao longo da semana com menus previstos e fazer compras em função disso, escrever uma lista de compras e por medida comprar os produtos frescos para evitar que haja estragos.

Os produtos frescos, frutos, legumes e pão encontram-se em qualquer supermercado, a saber que não se podem fazer compras todos os dias para alguns por causa dos seus empregos mas que também estes produtos podem ser armazenados em casa alguns dias e ser consumidos da mesma maneira sem risco.

Os nossos hábitos alimentares são de comer pelo menos uma refeição de cane ou peixe por dia se não as duas, e isso eleva o nosso budget ao fim do mês. Então a quem puder fazer compras e guardar em casa melhor pois ao dar um passeio pelos grandes espaços comercias apercebe-se que afinal até podemos comer de tudo a preços acessíveis vou dar um exemplo de um supermercado (Migros) onde um saco com mais ou menos dois a três franguinhos custa mais ou menos 12 fr e no mesmo supermercado um pacote de massa de 1 kg custa 1,10 fr, noutro (Aldi) porém encontramos uma embalagem de seis garrafas de sumo multi-vitaminas de 1 l a 5.95 fr ou então um pacote de 1.5 l de leite a 1.29 fr bem como uma baguette rústica a 1.39 fr. Mas claro que cabe a cada um organizar a sua casa, também temos que ter em conta as promoções semanais e mensais e ai fazer as nossas reservas de bebidas e produtos de consumos mais longos tipo as embalagens de enlatados e molhos.

Tendo em conta que cada supermercado tem os seus produtos de marcas brancas e a preços mais acessíveis e que devemos experimentar pois ainda que tudo parece caro ao fim de alguns meses estamos habituados e veremos que nas carnes e nos peixes ate se pode economizar, produtos estes que são dos mais caros da Europa (segundo estaticistas) e que ai sim devemos procurar a melhor maneira de rentabilizar preços/quantidade/qualidade.

Baseei-me no meu agregado familiar de 4 pessoas ao longo destes anos aqui neste país e que acompanhou o crescimento dos meus filhos que passaram de crianças a adolescentes e agora adultos ainda a  morar em casa e o consumo mensal ronda os 1200 fr a 1500 fr. Sempre a ter uma mesma base, nunca se privamos de nada e que pelo contrario fazemos alguns desperdícios alimentares involuntários. Aqui falo só mesmo de alimentação e bebidas pois nestes meus valores estão incluídos vinhos e cervejas que fazem parte das nossas tradições, não falo propriamente de produtos sempre portugueses mas sempre se comeu bacalhau e carnes de vários tipos e bebeu bons vinhos, mesmo que não sejam portugueses e com essa imensa escolha que ha experimentem.  Alimentação: Suíça um dos países mais caros do mundo

Sem esquecer que se quisermos juntar uns amigos e fazer alguns almoços ou jantares (o que também ajuda a esquecer que estamos tão longe de nosso país) o nosso budget não aumenta muito se for bem planeado e com tempo para se poder fazer as compras necessárias, evite compras de ultimo minuto que ficam sempre mais caras.

7- Lazer

7.1- Internet

A internet e uma bem que na Suíça e muito necessário, principalmente para emigrantes.

Sem a internet e muito difícil comunicar com familiares, procurar trabalho, para que tem filhos é quase obrigatório, enfim nos dias de hoje não ter internet na Suíça e quase impossível.

Este serviço pode variar de preço, apenas depende da companhia que escolher para fornecer os serviços, mas em uma primeira opinião pode contar acima de 50 Chf por mês.

7.2-Telefone

Telemóvel é outra despesa indispensável já que sem telefone ninguem vive no dia a dia, mas esta despesa pode ser alta como pode ser baixinha tudo depende de quanto quer gastar.

Em média para ter um contracto fixo pode ja conseguir a partir de 39 Chf na Salt

7.3- Televisão

A televisão como mencionei muito em cima do artigo tem como imposto o Bilag que fica em 600 Chf, mas que não quer dizer que ja tenha televisão, este Bilag é apenas o imposto para ter a televisão.

Agora para ter os canais vai ter de fazer um contracto com uma companhia para o efeito, muitos portugueses preferem contratar directamente companhias de portugal outros so canais do sistema suíço, mas tem muitos com os canais suíços e os portugueses.

Todo este serviço poder começar em uma quantia de  contratos minimos ate aos maiores mas em media pode-se esperar um pagamento mensal de 60 a 120

7.4- Férias

FÉRIAS… sim é caso para dizer, enfim FÉRIAS. Gozar férias e uma das despesas que para muitos é uma dor de cabeça pois se pensarmos que estamos a centenas de quilómetros e os números podem ser elevados. Muitos não sabem o porquê dos portugueses viajarem muitas das vezes 2000 mil quilómetros de carro, mas é uma das soluções mais baratas para se poder visitar o país de origem Portugal.

Viajar a Portugal fora de época de férias pode conciderar-se como uma despesa acessível, mas se quiserem viajar em época alta ”Verao” rapidamente se chega a conclusão que viajar de carro e mais barato.

Visitar Portugal em época baixa e mais acessível mas por vezes não é o que perece já que muitos são aqueles que nao tem férias, ou seja eles tem férias mas não são pagos quando usufruírem delas pelo motivo de as receberem já todos os meses em suas folhas de salario. O que significa que tirarem uns dias para visitar o país quando estiverem de regresso apenas recebem a diferença do salário,  e que como já mencionei em cima as despesas sao muitas, o que leva as pessoas a pensar duas vezes e a so ir a Portugal uma vez por ano.

Podemos verificar que viajar de avião não e uma despesas para todos já que para uma familia de 4 ou cinco pessoas podem chegar a bilhetes acima de mil Chf por pessoa, se calcularmos também as despesas para as férias podemos pensar que ao chegar a Portugal não tem nada em casa para os dias de férias, e como férias so se tem uma vez por ano as despesas são ainda maiores

Conclusão final

Após escrever estas 5340 palavras poderia dizer que falei de tudo mas a verdade é que ainda tem muita coisa escondida por de trás de ser um emigrante na Suiça, encontrar um bom emprego, ter um bom apartamento, estar bem segurado, ter um  bom salário na média Suiça. Estar integrado neste país, tudo isto e mais pode levar anos a conseguir, mas tudo se consegue com o tempo.

Vamos então aos números

Como referi em cima para se viver neste país necessita no mínimo de 4000 fr a 5000 fr apenas para facturas para uma família de 4 pessoas, mas vamos aos exemplos .

Este exemplo vai-se basear em um ano de trabalho e não ao mês, vou somar todas as despesas para um ano e depois faço a divisão por 12 meses, so assim podemos verificar a media mensal

Nota: Estes números são apenas um exemplo do que pode em nossa opinião ter como salário e como despesas, não significa que todos possam depender dos mesmos cálculos. Mas em nossa opinião estes são os melhores números para ter uma ideia do que pode vir a encontrar na Suíça no caso de emigrar para este país.

Nota: Estes salários que colocamos seria o salário que deveria ganhar uma família mas não quer dizer que seja o salário de todos os leitores. Muitos estão como disse em cima com salários abaixo da media o que torna estes números impossível de pagar.

Vamos la então aos números 

Nestes números falta ainda a parte de impostos par quem está com o permis B ou C

Salários  Mensal  Anual
Homen       4 500,00          54 000,00
Mulher       3 000,00          36 000,00
Despesas
Habitação       1 600,00          19 200,00
Despesas Habitação
Conduminio           180,00            2 160,00
Electrecidade           160,00            1 920,00
Billag  televisão               600,00
Cota anual lixo               304,00
Seguro incêndio               150,00
Seguro Ménage               250,00
Seguro de caução               265,00
Despesas filho
Almoços           150,00            1 800,00
Transporte           120,00            1 440,00
Cresche Babyssiter           450,00            5 400,00
Ama para os filhos           250,00            3 000,00
Automovel
Seguro            1 500,00
Matriculas               500,00
Selo Autoestrada                  40,00
Manutenção            1 200,00
Seguros
Saude pai           420,00            5 040,00
Saude mãe           420,00            5 040,00
Saude filho           220,00            2 640,00
Saude filha           220,00            2 640,00
Alimentaçao
Alimentação           800,00            9 600,00
Lazer
Internet             50,00               600,00
Telefone             49,00               588,00
Televisão pt             60,00               720,00
Férias            2 500,00
Total despesas          69 097,00
Total salário          90 000,00

Com todos estes números  rapidamente chegamos a conclusão de que para todas estas despesas sera necessário um bom salário, ou seja vamos dividir estes cálculos e ver o que realmente é necessário por mês.

Salário 90’000

Despesas 69’097

Por mês   69’097 a dividir por 12  5’758 isto para quem ganha os 90 mil de meus cálculos vive-se razoavelmente bem, e os outros?

Agora que chegamos a uma conclusão com ordenados e despesas. Eu gostaria de lhe fazer uma pergunta acha que quem ganhar a baixo de cinco mil francos consegue viver na Suíça?

Deixe sua opinião Aqui

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*